Meu amigo hindu

Bora para o cinema!

( antes de seguir a leitura, aviso que há spoiler sobre o filme )

Fica aqui mais uma dica de um filme que está no circuito de cinemas da cidade de São Paulo: Meu Amigo Hindu, de Hector Babenco.

O já conhecido trabalho de direção tão potente de Hector Babenco – visto em outros filmes, como Pixote e Carandiru – ganha nesta trama um tom especial…

Meu Amigo Hindu, é um texto auto-biográfico que – para além da magia das boas auto-biografias… que também misturam boa ficção à realidade – nos envolve numa viagem, nada confortável, de encontro com nossas fragilidades, impotências, pausas forçadas, medos fundantes: sobre a morte e o morrer… entre tantos outros.

Para além disso tudo, mostra a potência do contador de histórias: aquele que somos ou podemos ser… para os outros, mas… e, essencialmente… o contador de histórias que somos para nós mesmos. Muito especial!

E, bem no finalzinho da trama… quando já não esperamos mais por grandes viradas… ganhamos de presente a beleza sensual, leve, dramática e colorida de Bárbara Paz… numa cena deliciosa em que ela dança… nua… na chuva.

Retomamos o fôlego… e podemos voltar!

Bom filme para todos nós!

Alessandra Rosalles

Arteterapeuta