#actofhumanity – Contos que não são de fadas: Mustafa goes for a walk

Nesta terceira animação da campanha do UNICEF – Contos que não são de Fadas, vamos nos aproximar um tantinho da história de Mustafá, que depois de deixar sua casa, questiona quem sobrou para ser seu amigo.

Se você sente-se parte da causa das crianças refugiadas, que partem em busca de condições humanas para viver… multiplique também este vídeo.

Confio que nosso gesto de apoio chegará para todas as nossas crianças refugiadas.

Bom vídeo para todos nós!

Arteterapeuta Alessandra Rosalles


Link original da campanha… Unicef lança “contos que não são de fadas” sobre crianças refugiadas

#actofhumanity – Contos que não são de fadas: Ivine and Pillow

Há poucos dias me chegou uma página noticiando que o UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância – lançou uma campanha… inicialmente, através de 3 animações, que contam histórias reais… de crianças refugiadas, mostrando o horror vivido por elas, nesta situação.

A série, denominada “Contos que não são de fadas”, ressalta a importância e a valorização das histórias destas crianças – independente de como sejam ou de onde elas venham – assim como os direitos que todas elas tem… independente de sua nacionalidade… de serem respeitadas e apoiadas na reconstrução de suas vidas.

Segundo Paloma Escudero – chefe de Comunicação do UNICEF – há “… pelo menos 65 milhões de crianças e jovens em todo o mundo estão em movimento, fugindo de conflitos, pobreza e condições climáticas extremas e “buscando uma vida mais estável e um lugar para chamar de casa”.

O objetivo desta campanha é sensibilizar e envolver o maior número de pessoas nesta causa – a das crianças refugiadas, que estão em busca de um lugar melhor para viver.

Então, bora lá participar!

Nesta semana, postarei… alternadamente… as três primeiras animações.

O PRIMEIRO vídeo… postado abaixo, conta a história real de Ivine, uma menina de 14 anos que se estabelece em um campo de refugiados na Alemanha, depois de ter vivido uma fuga perigosa da Síria. No final dos vídeos, conheça os personagens reais da animação.


Se você se sente parte… multiplique também os vídeos nos seus grupos.

Nossas crianças… de todo o mundo… agradecem!

Forte abraço,

Arteterapeuta Alessandra Rosalles


Link original da campanha… Unicef lança “contos que não são de fadas” sobre crianças refugiadas