Ciranda de Mulheres: encontro 15.10.2016

Neste último sábado, no dia 15 de outubro, tivemos mais um encontro da Ciranda de Mulheres.

Neste encontro, terminamos de trabalhar o texto A procura de nossa turma: a sensação da integração como uma benção, de Clarissa Pinkola Estés.

“… A alma não reage ao gelo, mas ao calor. Uma atitude gélida apagará o fogo criativo da mulher. Ela inibirá a função criativa… Portanto, qual a solução? Aja como o patinho. Siga em frente, supere tudo com a luta. Apanhe logo a caneta, comece a escrever… Pegue o pincel… e pinte. Bailarina, vista sua malha, amarre fitas no cabelo… e diga ao corpo que se mexa. Dance… Pare de falar… Exerça sua arte. Sabe-se que o que está em movimento não se congela. Por isso, mexa-se. Vá em frente!!! …”. Clarissa Pinkola Estés p. 213. In. Mulheres que correm com os lobos.

E, para materializar, através da arte, o percurso vivido no entrelaçamento do texto com as histórias de vida de cada uma das participantes, trabalhamos o movimento, através da aquarela, confeccionando “delicadas e fortes” Mandalas do Self.

20161015-001

 20161015-002

20161015-003

20161015-004

20161015-005

20161015-006

20161015-007

 20161015-009

20161015-010

20161015-011

20161015-012

20161015-013

20161015-014

20161015-015

20161015-016

20161015-017

20161015-018

Ciranda de Mulheres: Feminino e Individuação

Ciranda de Mulheres: Feminino e Individuação
Próximo Encontro da Ciranda 06.08.2016

Somos um grupo de mulheres que acredita e confia na importância do fortalecimento e da nutrição… mútuos… do feminino.

Nosso grupo é mediado pela arteterapeuta Alessandra Rosalles e a metodologia do nosso trabalho se ancora em duas premissas básicas:

  • A primeira, é a de que as histórias podem ser remédios. Portanto, as histórias de cada uma das participantes é ouvida, acolhida e entrelaçada, de forma amorosa, com as histórias do livro Mulheres que Correm com os Lobos, de Clarissa Pinkóla Estés.
  • A segunda é a de que, como diz Clarissa: “o ofício das mãos… o ofício do fazer… e a arte… também são curativos e importantes, porque celebram as estações da alma…”.

Desta última fala de Clarissa, entendemos que, através dos recursos expressivos, podemos estabelecer um canal direto com nossos anseios mais genuínos; exercitar nosso potencial criativo; trazer para a consciência questões importantes da nossa história e o mais bonito de todo esse processo: podemos materializar na arte e através dela, o que ainda não é possível fazer acontecer na vida!!!!

Confiamos que cada passo dado, na direção do acolhimento, do fortalecimento e da cura do feminino mais essencial, contribui para que toda a teia das mulheres ressoe nestas direções: a do acolher, a do honrar, a do fortalecer e a do curar… cada uma e todas as nossas histórias! Cada uma e todas nós!

001 002 003 004 005 006 007 008 009

Se você também adora literatura, ouvir e contar histórias, dar e receber, a arte… e o ofício das mãos… e além disso, confia que juntas somos muito maiores, venha fazer parte desta Ciranda você também!

Será uma alegria ter você conosco!!!

Beijo grande,

da Alessandra Rosalles


Inscrições: 96501-2083

Fotos: acervo. É proibida a cópia ou reprodução das imagens e de qualquer parte do texto.

Ciranda do Feminino – 2º Encontro

Dois de abril foi dia de Ciranda de Mulheres – Feminino e Individuação no Espaço Vila Mascote.

Iniciamos nosso trabalho com uma discussão sobre a Introdução do livro Mulheres que Correm com os Lobos e, conversa posterior, sobre alguns dos conceitos fundamentais para a compreensão do convite feito por Clarissa às mulheres leitoras desta obra: estrutura psíquica, inconsciente pessoal e inconsciente coletivo, ego, Self, mitos e arquétipos.

Em seguida, através dos recursos expressivos da Arteterapia, passamos à elaboração individual de um Espaço Sagrado. Simbolicamente… lugar onde podemos retomar nossa vida feminina natural; onde possamos exercitar nossa integridade inata e limites saudáveis!

Gratidão a todas as mulheres que neste momento estão dispostas a traçar um caminho de retorno a sua essência feminina.

Para mim é uma alegria e uma força… grandiosas … acompanhar este percurso… que é de todas nós!

Beijo grande,
Alessandra Rosalles Arteterapeuta

Para Clarissa Pinkola Estés:

“… as palavras mulher e selvagem seriam uma espécie de senha para abrirmos uma porta; para acessarmos uma passagem… “.

Ciranda do Feminino - 2º Encontro Ciranda do Feminino - 2º Encontro Ciranda do Feminino - 2º Encontro Ciranda do Feminino - 2º Encontro Ciranda do Feminino - 2º Encontro Ciranda do Feminino - 2º Encontro Ciranda do Feminino - 2º Encontro

Ciranda do Feminino

Ontem, 12 de março de 2016, aconteceu no Espaço Vila Mascote, a primeira Ciranda do Feminino! Iniciamos essa Ciranda acolhendo – reconhecendo, mutuamente, o grupo de mulheres presentes, através de um trecho de Clarissa Pinkola Estés…

“… Em todas as mulheres, sobretudo na maturidade, instala-se uma força subterrânea e invisível que se manifesta por meio de comportamentos inesperados, arroubos de energia, intuições perspicazes, ímpetos apaixonados… um impulso arrebatador e inesgotável que as impele obstinadamente… à reconstrução de toda e qualquer integridade despedaçada. Como uma grande árvore que… quando ameaçada… com enorme dose de paciência e persistência, continua a nutrir-se, através das próprias raízes, restaura-se e renasce para manter o próprio espírito vital de forma a poder gerar novos frutos, aos quais confiará esta herança inestimável…”.

A partir daí, pudemos exercitar escuta – acolhimento – continência… para as questões dos femininos que se apresentaram, através de recursos da Arteterapia.

Gratidão a todas as mulheres presentes que… sentindo-se parte deste campo… inauguraram este espaço de encontro e fortalecimento mútuo do feminino.

Desejo que este seja o início da construção de uma grande teia!

E confio que cada uma das mulheres presentes irá multiplicar, nos seus campos de atuação, um tanto da beleza, da força e da leveza desta primeira Ciranda!

Beijo grande a todas vocês… minha eterna gratidão… por serem parte deste sonho: Izilda, Celina, Helena, Paró, Roseli, Maria do Carmo, Maria Suzana e Angela.

20160318_Ciranda do Feminino_a

20160318_Ciranda do Feminino_b

Bora fazer girar esta Ciranda!!!!

Alessandra Rosalles

Arteterapeuta