Muitas vezes não recebemos exatamente o amor que precisamos, da forma como desejamos… Como crianças, nem sempre podemos compreender o vivido; mas agora, podemos iniciar um exercício de re-conhecimento e de perdão, e, voltando-se para si mesma… num gesto de acolhimento e amor genuíno, perguntar-se: – Qual o amor de mãe que hoje quero trazer para mim e doar para o mundo?… Abrimos o encontro agradecendo a força amorosa e acolhedora de Maria: força de cuidado, estruturação e de harmonia… força essa que está disponível na natureza e em cada uma de nós!  Alessandra Rosalles

 

{ Veja Outros Encontros }


Proposta – 1. Meditação inicial a partir de uma descrição das qualidades e da força amorosa de Maria. 2. Criação de mandalas, a partir de colagem com temperos. 3. Socialização dos trabalhos no grupo – que amor de mãe quero trazer para mim e doar para o mundo? Objetivos – 1.Comemorar o Dia das Mães de forma genuína, acolhendo o amor de mãe recebido.  2. Participar de uma meditação de maternagem, amorosa.  3.Revisitar, ressignificar e materializar  – mandala de temperos – o amor de mãe que deseja trazer para nós e doar para o mundo.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page